• Campanha sociosb

  • Campanha sociosd

  • Campanha sociosc

Imprimir

Reunião na Secretaria Estado

Escrito por CPPME. Publicado em Informação

A CPPME e suas associadas ANEP e APPI reúnem com

Secretaria de Estado do Ministério do Trabalho

Em Defesa dos Micro, Pequenos e Médios Empresários!

ANEP

Foto: Ana Barros, Presidente Assembleia-Geral ANEP; José Brinquete, Secretário-Geral CPPME; Nazaré Nunes, Presidente Direcção ANEP.

Na passada quarta-feira, 7 Dezembro 2016, durante a tarde, a CPPME e suas associadas ANEP e APPI, reuniram no Ministério do Trabalho, com o Gabinete do senhor Secretário de Estado do Emprego para tratar de questões relevantes dos empresários(as) filiados(as) na Associação Nacional do Esteticismo Profissional (ANEP) e na Associação Portuguesa dos Profissionais da Imagem (APPI).

APPI

Foto: António Carvalho, Membro da Direcção da APPI; Rui Teixeira, Presidente da Direcção da APPI; José Brinquete, Secretário-Geral da CPPME; Alfredo Tavares, Presidente da Assembleia-Geral da APPI;  Armando Bento, Membro da Direcção da APPI

Das questões colocadas destacam as que se ligam com o fim da regulação dos sectores, até à total liberalização das actividades económicas, com todas consequências associadas. A necessidade de avançar com um minimo de regras, alguma regulação, que permita fiscalizar as actividades paralelas e fraudulentas. Questões de saúde pública, de formação e certificação, de contratação colectiva, entre muitas outras 

O senhor Secretário de Estado do Emprego, Dr.º Miguel Cabrita, não podendo participar na reunião por compromissos de ultima hora, delegou a sua representação no Dr.º Carlos Domingues e na Dr.ª Cristina Fernandes, que tomaram boa nota das questões colocadas e dos dossier entregues pela CPPME, ANEP e APPI.

O Gabinete do senhor Secretário de Estado comprometeu-se a dar andamento às principais questões colocadas, designadamente junto de outros ministérios e tutelas, e marcar uma reunião entre a DGERT e a APPI. Ficou ainda o compromisso de manter canais abertos com a Secretaria de Estado e, logo que possível, fazer o ponto da situação do andamento das eventuais

           I53444821911reunião1

JUNTOS SEREMOS MAIS FORTES!

Imprimir

Protocolo SMAgraço - CPPME

Escrito por CPPME. Publicado em Informação

CPPME assina «Protocolo de Colaboração» com Município de SOBRAL DE MONTE AGRAÇO!

SMA-0

Na passada terça-feira, dia 6 de Dezembro de 2016, pelas 18H00, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Sobral de Monte Agraço, teve lugar o acto de assinatura do «Protocolo de Colaboração» entre a CPPME e esteMunicípio.

SMA-1

Na mesa estiveram; peloMunicípio o seu Presidente José Quintino e o Vice-Presidente Sérgio Bogalho; pela CPPME o seu Presidente João Vicente e o Vice-Presidente Jorge Pisco. De assinalar que assistiram ao acto empresários do concelho, de vários ramos de actividade. 

SMA-2

Antes da assinatura do  «Protocolo de Colaboração» usaram da palavra os dois presidentes, sendo que nas suasintervenções  esteve presente  o objectivo principal desta parceria, e que o protocolo refere, ou seja “Da convergência de esforços entre o Município de Sobral de Monte Agraço e a CPPME resultarão vantagens, potenciadoras de um desenvolvimento local e regional integrado, no que concerne à valorização do tecido empresarial do concelho, bem como ao crescimento económico e à criação de emprego”.

SMA-3

JUNTOS SEREMOS MAIS FORTES!

Imprimir

Assembleia Geral - 14 Dezembro - da CPPME

Escrito por CPPME. Publicado em Informação

CONVOCATÓRIA

Convoco a Assembleia Geral da Confederação Portuguesa das Micro, Pequenas e Médias Empresas - CPPME, a reunir no próximodia 14 de Dezembro de 2016, (quarta-feira), com início às 15.00 horas,na Praça da República, N.º 12, Seixal, com a seguinte,

Ordem de Trabalhos:

Ponto 1:  Apreciação e deliberação sobre a Proposta de Plano de Actividades para o ano de 2017.

 

Ponto 2:  Apreciação e deliberação sobre a Proposta de Orçamento para o ano de 2017.

Ponto 3:  Diversos.

 

Seixal, 16 de Novembro de 2016

A Presidente da Mesa da Assembleia Geral

Maria Clementina Morgado Henriques

 

NOTA: Conforme o n.º 1 do art.º 13.º dos Estatutos, se à hora designada para a reunião não se verificarem as presenças previstas estatutáriamente, a Assembleia – Geral reunirá meia hora mais tarde com qualquer número de associados.

Imprimir

Nota Imprensa - Nov16

Escrito por CPPME. Publicado em Informação

A CPPME lutou e conseguiu!

A reunião da Direcção da Confederação Portuguesa das Micro, Pequenas e Médias Empresas (CPPME), do dia 30 de Novembro de 2016:

  1. Analisou a situação económica e social dos Micro, Pequenos e Médios Empresários (MPME);
  1. Aprovou as propostas de Plano de Actividades e Orçamento para o ano de 2017, a apresentar à Assembleia-Geral, do dia 14 de Dezembro de 2016.

Por outro lado, dado que a reunião teve lugar um dia após a Assembleia da República ter procedido à votação final global do Orçamento de Estado para 2017, a CPPME considera que, em resultado da acção reivindicativa e institucional da Confederação e de outras estruturas de MPME, foi possível obter algumas importantes vitórias, que ficaram consagradas no OE/2017, designadamente:

  1. A redução do Pagamento Especial por Conta (PEC) perspectivando a sua definitiva eliminação em 2019, iniciando em 2017 com a redução de 1 000 euros para 850 euros. PEC que será substituído por um regime adequado de apuramento da matéria colectável;
  1. O ficheiro SAF-T (PT) será enviado até ao dia 20 do mês seguinte ao da emissão da factura;
  1. A manutenção da redução da taxa do IVA da restauração para 13%, no ano de 2017;
  1. A redução da taxa do IRC de 17 para 12,5%, até aos primeiros 15 mil euros de matéria colectável, sobre as micro, pequenas e médias empresas, quando exercerem a sua actividade no interior do país;
  1. Foram aprovadas medidas para baixar a factura energética na electricidade, no gás e gás de botija das empresas.

Entretanto, o OE/2017 não contemplou outras medidas de grande importância para as MPME, como seja: uma conta corrente entre o Estado e as empresas; as auditorias obrigatórias por TOC/ROC; alteração ao IRC/RS; ou, o IVA de Caixa.

A CPPME considera que terá de continuar a sua intervenção e pressão para que algumas destas medidas sejam efectivamente concretizadas, bem como muitas outras que ainda não foi possível fazer aprovar.

A CPPME insiste na necessidade do Governo definir um Plano Estratégico de Desenvolvimento Nacional aproveitando os recursos do país, suportado por medidas de estímulo fiscal às micro, pequenas e médias empresas, força impulsionadora e imprescindível para o crescimento do mercado interno e externo, assim como da economia nacional.

Seixal, 30 de Novembro de 2016